A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Dump
Título: A Grown-Ass Man
Ano: 2003
Editora: Shrimper
Formato: CD
Obs: Distribuído por Sabotage

James McNew mantém há já alguns anos, para além da posição cativa no baixo dos Yo La Tengo, um projecto paralelo denominado Dump, onde assume sozinho a total responsabilidade criativa.

Esta sua aventura autónoma já nos ofereceu bizarrias como o álbum «That Skinny Motherfucker With the High Voice», inteiramente constituído por versões de Prince, e em «A Grown Ass Man» encontramos o seu 6º volume em longa-duração.

Neste álbum, McNew diverte-se a recolher os estilhaços que sobram do modo como processa e esmaga as suas influências, marcadamente pop-rock e soul, e a dar-lhes uma nova organização e inter-dependência. Por vezes não muito distante dos eléctricos Yo La Tengo, mas quase sempre muito próximo de sonoridades equidistantes aos Beach Boys e Dinosaur Jr, «A Grown Ass Man» é um álbum directo e fluente, encontrando os seus momentos altos na doçura pop de «I Wish / You Wish» e «I'm On Your Side», bem como na linguagem rock do longo «Daily Affirmation». Para além disso existem as versões de «Cowboy Song» (original de Thin Lizzy), «Mr. Too Damn Good» (original The Isley Bros.) e «Once Upon a Time» (original de Mavin Gaye), onde a presença de Sue Garner nas vozes adiciona complexidade e intensidade.

Refira-se ainda que a capa do disco é da autoria de Archer Prewitt, que para além de uma carreira a solo é parte integrante do corpo The Sea and Cake.

     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - The Silent Treatment | Digital | 2013
   
Artistas / grupos relacionados   - Yo La Tengo
     
www.rum.pt www.sensoria.pt