A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Go-Betweens
Título: Oceans Apart [Limited Bonus Disc]
Ano: 2005
Editora: Tuition Music
Formato: 2CD

Encaremos os factos: não há nenhuma outra banda de guitar-pop com um percurso criativo tão fantástico como os Go-Betweens! Desde sempre a dupla Grant MacLennan / Robert Forster nos habituou a discos excelentes, daqueles que ocupam para sempre o nosso livro de memórias e conquistam um lugar nas estantes dedicadas a peças raras e muito estimadas. E «Ocean's Apart», o seu 9º álbum, coloca mais uma pedra preciosa no autêntico colar de brilhantes que é a sua discografia.

Mas este diamante não se sujeita sequer à elevada normalidade dos Go-Betweens e catapulta-se para um lugar de destaque nessa jóia de valor incalculável, sendo claramente o melhor trabalho por si burilado desde o seu regresso em 2000, depois de 10 longos anos de silêncio. Aliás, para encontrarmos na sua carreira um disco com este carisma tão marcado teremos que referir o eventualmente insuperável «Talullah» que iguala «Ocean's Apart» nessa posição de maior destaque.

O que faz deste um conjunto de canções tão especial? São vários os elementos distintivos da sua escrita lirico melódica, mas o apuro do tempo e o refinar do talento faz-se sentir de um modo dinâmico na sua particular combinação sempre cambiante de limão e mel. Forster é indubitavelmente mais amargo, não só no modo como canta, como nas palavras que solta e ainda na organização peculiar e excêntrica de que reveste as suas canções, onde não raramente se torna impossível identificar um refrão. MacLennan é um doce não enjoativo, com o dom de colocar a transparência da sua alma nos temas que cria e, assim, exteriolizá-la em melodias arrebatadoras, únicas, tocadas por uma sensibilidade frágil e rodeados por um sentimento pacificador. Nem mesmo o modo aparentemente matemático como dividem a meio as responsabilidades maiores de composição e de lead vocal dos 10 temas do álbum diminui a coerência, unidade e inspiração, havendo harmonia interior nas contribuições cruzadas. Forster imiscui-se nas canções de MacLennan, provavelmente juntando-lhe o factor imprevisibilidade. E o inverso também sucede, com as composições do primeiro a encontrarem uma ordem e um sentido global de unidade interna através da contribuição do segundo. A simbiose resulta num todo equilibrado, belo, entusiasmante e de características ímpares no universo pop.

É assim que facilmente somos capazes de pensar na imortalidade e itemporalidade de «Ocean's Apart», cujo trabalho de produção foi entregue a Mark Wallis, o mesmo produtor do importante «16 Lovers Lane». Mesmo as contribuições dos membros periféricos dos Go-Betweens não são de negligenciar. Adele Pickvance (também das Sleater-Kinney) e Glenn Thompson (dos Custard) acrescentam uma dinâmica de grupo complementar às visões particulares dos dois autores, ajudando a que canções como «Here Comes A City», «Finding You», «Born To A Family», «The Statue», «This Night's For You» ou «The Mountains Near Dellray» se perpetuem eternamente no nosso imaginário cancioneiro.

     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Send Me A Lullaby | CD | 1981
- Before Hollywood | CD | 1983
- Spring Hill Fair | CD | 1984
- Liberty Belle And The Black Diamond Express | CD | 1986
- Tallulah | CD | 1987
- 16 Lovers Lane | CD | 1988
- 78 'til 79 - The Lost Album | CD | 1999
- The Friends Of Rachel Worth | CD | 2000
- Bright Yellow, Bright Orange | CD | 2003
   
Artistas / grupos relacionados   - Grant McLennan
- Sleater Kinney
- Stephen Malkmus & The Jicks
     
www.rum.pt www.sensoria.pt