A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Caribou
Título: The Milk of Human Kindness
Ano: 2005
Editora: Leaf Label
Formato: CD
Obs: Distribuído por Flur

Bem vistas as coisas, o processo legal que obrigou Dan Snaith a abandonar o invólucro Manitoba para as suas criações musicais, após o qual se decidiu por adoptar Caribou para os capítulos seguintes da aventura, acabou também por renovar o entusiasmo pioneiro do músico que, com «The Milk Of Human Kindness», conseguiu superar largamente qualquer obra por si anteriormente produzida.

Manitoba tinha sido, desde o início, alinhado com o movimento de experimentação electronico-pastoral encabeçado, pelo menos nos jornais, pelos Four Tet. Na verdade os pontos em comum eram - e são - vários, começando a comparação numa questão meramente formal: o uso do laptop e da colagem de samples como matriz fundadora da sua estética e como ferramentas básicas de materialização de plasmas sónicos. Mas Snaith molda a ansiedade criativa segundo congeminações arquitectónicas que adicionam fluidos sulfúricos a cocktails psicadélicos, e até a trovas medievais, propondo uma via refrescante e cronologicamente antitética para um género que corre (sempre) o risco de se esvaziar de significado artístico em função do laboratório experimental de sons, puramente técnico. Uma possibilidade que é aqui liminarmente recusada pela busca constante da melodia enquanto elemento estruturante e aglutinador de emoções em estado puro e, por isso mesmo, não imediata, aparentemente não organizada e impregnada de dinamismo interior.

«The Milk Of Human Kindness» é um disco entusiasmante a cada audição e composto por um número infindável de pequenas surpresas, que convidam à descoberta e à observação descomplexada. É um disco que, por isso, corre riscos. O risco de ser ignorado por quem não vê para além das equações dominadas e dominantes. Mas também o risco de se tornar uma peça estimada e muito acarinhada para quem o abordar segundo uma perspectiva de abertura de espírito e mesmo de alguma loucura. E esta última é, sem ponta de dúvida, a aproximação mais compensadora ao percurso proposto por Manitoba. Segundo o próprio autor, num traço de lucidez que acompanha também as suas criações, tratam-se de «canções pop para pessoas estranhas».

     
Temas   1. Yeti
2. Subotnick
3. A Final Warning
4. Lord Leopard
5. Bees
6. Hands First
7. Hello Hammerheads
8. Brahminy Kite
9. Brumheller
10. Pelican Narrows
11. Barnowl
     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Yeti | CDS | 2005
- Radio Mix Spring 2005 | CD | 2005
- Andorra | CD | 2007
- Caribou Vibration Ensemble [feat. Marshall... | Digital | 2010
- Swim | CD | 2010
- Our Love | Digital | 2014
     
www.rum.pt www.sensoria.pt