A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Seelenluft
Título: The Way We Go
Ano: 2004
Editora: Klein Records
Formato: CD

Ao longo dos últimos 10 anos Beat Solér, cidadão suiço sediado em Zurique, tem dividido as suas actividades musicais entre o DJing, a produção de estúdio e a composição de temas para o seu projecto Seelenluft. Sempre com bons resultados, diga-se a propósito.

Com «The Way We Go» assistimos ao 4º longa-duração dos Seelenluft. A sedução deste disco resulta do difícil equilíbrio entre a estética dançante, a criatividade pop e a manipulação plástica de sons no computador. Ritmos mecânicos, um baixo pulsante a recuperar alguns tiques dos 80's - olá New Order - e um instinto muito próprio para testar novas e velhas fórmulas em combinação harmoniosa.

Dos pontos de destaque do disco a paragem obrigatória começa por ser «I Can See Clearly Now», um caleidoscópico electrónico que envolve a voz do ilustre convidado, Jim Reid (ex- Jesus & Mary Chain), que aqui faz uma aparição sebastiânica do exílio criativo a que voluntaria ou involuntariamente anda submetido nos últimos tempos. «Mes Amis», pelo balanço, pelo charme-chique emprestado pelo french touch e por uma guitarra de envolvência funk, merece também um lugar à parte. «Wonderheel», de relance, faz-nos pensar na importância que teve a carreira meteórica dos Propaganda e o que teria sido se tivessem resolvido abraçar o fox-trot electrónico. «Baby Baby» reupera uma herança perdida algures entre o pós-punk, a negritude de Manchester e a soul norte-americana.

«The Way We Go» é, antes de tudo, a marca evidente de uma abordagem livre e despreconceituada à escrita de temas pop: eclética, inteligente, esteticamente coerente e com um cunho bem definido do seu autor. E assim vamos andando...

     
     
www.rum.pt www.sensoria.pt