A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Daniel Johnston & Friends
Título: Discovered Covered: The Late Daniel Johnston
Ano: 2004
Editora: Gammon Records
Formato: 2CD
Obs: Distribuído por AnAnAnA
Disco 1: versões de temas originais de D. Johnston por Sparklehorse, Flaming Lips, Teenage Fanclub & Jad Fai, Beck, TV On The Radio, ...
Disco 2: os mesmos temas, mas na sua versão original

Se tivéssemos de comparar a música de Daniel Johnston com alguma corrente artística iríamos forçosamente ser remetidos para a pintura naive. Uma ideia reforçada pelo enorme espólio de desenhos coloridos e imprecisos que Johnston tem vindo a produzir e de que muito se orgulha.

E porquê esta comparação? Porque a emoção e sinceridade pura que emana de cada nota (mal) tocada e (mal) cantada por Daniel Johnston são revestidas de uma total falta de pretensões de erudição e embebidas numa inocência tão cândida que chega a ser absolutamente comovente.

A verdade é que o percurso deste já veterano artista, esquizofrénico, tem vindo finalmente a ganhar notoriedade nos últimos anos muito por culpa de uma crescente legião de fans, encabeçada por muitos músicos que o reconhecem como o verdadeiro inventor do low-fi, corrente onde a erudição instrumental nada vale e em que a sinceridade e a capacidade de transmitir paixões e emoções é a lei nº 1.

Entre estes admiradores contava-se Kurt Cobain que por várias vezes foi fotografado com uma T-Shirt que tinha estampado um dos desenhos de Johnston. Contam-se também Beck, Mark Linkous (Sparklehorse), Gordon Gano (Violent Femmes), Flaming Lips, Mercury Rev, Teenage Fanclub, Jad Fair, Tom Waits, M. Ward, Bright Eyes, Eels, Calvin Johnston e vários outros, que reconhecem sem rodeios que a sua música não seria a mesma sem a sua marcante influência.

Chegamos assim à edição de «Discovered Covered». Com a intenção de homenagear o seu artista admirado, mas pouco reconhecido e falido, Mark Linkous - que tinha já produzido o seu álbum mais recente «Fear Yourself» - lançou o convite a vários dos seus admiradores confessos para que gravassem uma versão de algum dos quase incontáveis temas (muitos são apenas rascunhos) que Johnston registou na sua longa discografia. Temos assim construído o primeiro dos 2 CDs desta edição... 18 temas seus conhecem versões executadas por 18 artistas (20 se pensarmos que os Teenage Fanclub se juntam a Jad Fair para gravar «My Life Is Starting Over Again» e os Sparklehorse se reúnem com os Flaming Lips em «Go»). Todos absolutamente diferentes, porque dão conta de várias perspectivas sobre uma imensa obra, mas todas unificadas pelo tom emocional com que Johnston beija cada uma das suas canções.

Para que não fiquem dúvidas quanto ao talento escondido de Daniel Johnston surge o 2º disco. Os mesmos 18 temas são agora apresentados na sua versão original, despidos de quaisquer malabarismos técnicos ou de produção, expondo quase pornográficamente as doridas desorientações interiores do seu criador. No final surge o rebuçado: um original gravado para aquele que será o seu próximo álbum, e que permite confirmar o que «Fear Yourself» tinha já indicado: a ajuda de Mark Linkous está a revelar-se fundamental para que Johnston se possa revelar para além das suas insuficiências técnicas, conseguindo aproximar-se de espíritos para quem emoção sem um mínimo de técnica não é digna de atenção.

«Discovered Covered» é um disco especial, e é um óptimo manual de introdução à arte de apreciar e compreender Daniel Johnston.

     
   
Artistas / grupos relacionados   - Daniel Johnston
     
www.rum.pt www.sensoria.pt