A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Mick Harvey
Título: One Man's Treasure
Ano: 2005
Editora: Mute
Formato: CD

Ao longo dos últimos 25 anos o nome do australiano Mick Harvey encontra-se indissociável do distinto percurso de Nick Cave, numa parceria que começou nos Boys Next Door, prosseguiu nos explosivos Birthday Party e continua ainda hoje nos fundamentais Bad Seeds. Em todos esses projectos Harvey parece ser o pêndulo anónimo que garante, quase na sombra, um certo equilíbrio estético e emocional, compensador de uma tendência (recentemente aligeirada, é certo) de Cave para viver no fio da navalha. Em todo este tempo se notou uma enorme dedicação à causa musical e a uma afirmação da canção enquanto formato nobre de expressão pop-rock, quer em configuração acústica, quer com contornos mais eléctricos. «One Man's Treasure» é por si assumido como sendo o seu verdadeiro primeiro álbum a solo, não levando em conta os seus já numerosos trabalhos para film-scores e as deambulações em torno de temas de Serge GainsbourgIntoxicated Man» e «Pink Elephants»).

Esta assunção de Harvey não deixa de ser curiosa, uma vez que este disco surge, antes de mais, como uma sentida homenagem a vários compositores (Cave incluído) que usam a profusão de sentimentos como alimento primordial da escrita naquele formato, configurando-o enquanto expressão quase transcendente de emotividade e inspiração. Apenas há espaço para duas composições de sua autoria («Man Without a Home» e «Will You Surrender?»), mas que se imiscuem com facilidade na aura clássica de intemporalidade de todas as outras, tal a sua prodigiosa riqueza musical e poética sedução. Nas restantes 10 canções somos levados por Harvey a diferentes territórios musicais, todos marcados pelo seu «toque de midas» que impregna os arranjos de uma distintíssima classe, naturalidade, virtuosismo e talento. E assim encontramos temas originais de Lee Hazlewood (um clássico nas revisitações que gosta de fazer), Tim Buckley, Jeffrey Lee Pierce, do Bad Seed Conway Savage e do próprio Nick Cave, numa prova de admiração pelo trabalho do companheiro de sempre.

A paixão que emana a cada acorde faz-nos pensar que, mais do que um conjunto de notáveis re-interpretações, Harvey nos entrega canções por si apropriadas, enriquecidas e personalizadas, encaradas pelo próprio como pequenos cofres que urge abrir, admirar a magnificência dos seus tesouros e compartilhar apaixonadamente com os demais. E este é o principal fascínio de «One Man's Trasure»: a capacidade que o talento de Mick Harvey tem de revestir preciosidades musicais a ouro e caxemira, abrindo os sentidos para que a sua magnificência encontre aconchego no nosso interior.

     
Temas   1. First St.Blues
2. Come Into My Sleep
3. Louise
4. Come On Spring
5. Demon Alcoho
6. Man Without A Home
7. Planetarium
8. The River
9. Hank Williams Said It Best
10. Bethelridge
11. Mother Of Earth
12. Will You Surrender?
     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Alta Marea & Vaterland | CD | 1993
- Intoxicated Man | CD | 1995
- Pink Elephants | CD | 1997
- Australian Rules | CD | 2003
- Motion Picture Music '94-'05 | CD | 2006
- Two Of Diamonds | CD | 2007
- Four (Acts Of Love) | CD | 2013
- Delirium Tremens | Digital | 2016
- Intoxicated Women | Digital | 2017
   
Artistas / grupos relacionados   - Anita Lane
- Barry Adamson
- Birthday Party, the
- Boys Next Door, the
- Conway Savage
- Ministry Of Wolves
- Nick Cave & The Bad Seeds
- PJ Harvey
- Robert Forster
- Vanity Set, the
     
www.rum.pt www.sensoria.pt