A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Pillow
Título: Flowing Seasons
Ano: 2006
Editora: 2nd Rec
Formato: CD

Pillow é o projecto a solo de Luca di Mira, teclista do grupo italiano de post-rock Giardini di Miró. «Flowing Seasons», o seu álbum estreia, demonstra uma dinâmica sonora com poucos traços em comum com a música daquele colectivo, justificando a sua busca de um espaço individualizado de expressão artística.

Se pensarmos na estruturação genérica da música dos Giardini di Miró, feita de tensão crescente e descargas de massas sonoras de composição eléctrica, notamos que para este seu projecto Luca di Mira apenas lhe requisita uma espessa melancolia. Mas em vez de a arremessar violentamente e recolher as ondas de choque do seu impacto, afaga-a ternamente no seu regaço melódico, envolvendo-a em fina electrónica minimal e em ornamentações acústicas, logrando um conjunto hermético de belas canções pop, em que os teclados de piano e rhodes se entrelaçam à vez com a guitarra clássica e com suaves arranjos de cordas, equilibrando de um modo eficaz a pulsão digital.

Ao explorar a contemplação folk com recurso à complementariedade acustico-electrónica, Pillow acaba por se posicionar num lugar estratégico que lhe permite jogar com mestria as coordenadas sonoras que evocam um modo artesanal de cultivação estética, mas segundo um molde forjado a uma evidente modernidade. É assim que recolhem algo do laptop-folk de Four Tet para lhe adicionarem a presença sulfúrica e quase imaterial de melodias que tocam a lua e a rodeiam de um clacissismo sofisticado. Mas, ao mesmo tempo, a incontornável melancolia que conduz toda a articulação emocional de «Flowing Seasons», confere à dinâmica musical a uma certa claustrofobia latente, que acaba por revelar alguns traços comuns com o percurso recente dos Radiohead. Uma semelhança realçada ainda pela presença vocal de Patrick Zimmer (finn) em alguns dos temas, dado o paralelismo tímbrico entre a sua voz e a de Thom Yorke (Radiohead).

«Flowing Seasons» é um disco assinalável de um músico com carreira feita, mas que encontrou agora a liberdade criativa que lhe permitiu ir mais longe na busca da beleza musical, registando um conjunto de canções reveladoras de uma maior amplitude do seu talento de compositor e de escancarar ao mundo um forte caudal emocional.

 

     
   
Artistas / grupos relacionados   - Finn
- Giardini Di Miró
     
www.rum.pt www.sensoria.pt