A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Zeebee
Título: Priorities
Ano: 2006
Editora: Angelika Köhlermann
Formato: CD

Zeebee é uma artista multidisciplinar, nascida na Alemanha, mas que actualmente habita as frias montanhas austríacas, onde se dedica à música e às artes visuais, movimentando-se à vontade na criação e manipulação de sons e imagens digitais de intensa urbanidade. A sua notoriedade fez-se sentir inicialmente online, através do site mp3.com onde algumas das suas produções a resgataram do anonimato, o que lhe deu a possibilidade de gravar um EP, «Tender», imediatamente seguido do longa duração «Chemistry». Três anos depois surge «Priorities»...

Este é um disco tocado por múltiplas influências, do be-bop ao jazz, com laivos de música ambiental ou de reggae, reunindo a energia do trash, mas talhadas pelo martelo e formão do electro-pop. A voz de Zeebee destaca-se do conjunto sonoro, remetendo todas as texturas tímbricas e rítmicas para o papel de holofotes que rasgam a escuridão, para apontar unidireccionalmente para a chanteuse de cabaré cibernético que tão bem encarna. Uma personagem que, em vez de lantejoulas brilhantes, se deixa vestir pelo fósforo luminoso de milhares de pixel, exibindo orgulhosamente esse traje tecnológico. Algo que com algum esforço de imaginação se poderia traduzir por uma equação: «Felt Mountain» (Goldfrapp) + «Naz Bar» (Anubian Lights) + «Punishing Kiss» (Ute Lemper) + «The Fragile» (Nine Inch Nails) = «Priorities»!

O reprocessamento digital a que Zeebee submete a sua ampla matéria-prima musical resulta em 13 arquétipos de pós-modernidade, mesmo que em alguns casos não pareçam suficientemente desenvolvidos para se tornarem definidores de uma nova estética. A verdade é que a ilusão de estamos perante algo de novo, alimentada nos momentos mais substanciais desta busca de uma nova linguagem, acaba por ser traída por algumas equações formalmente menos eficientes, tornando indefinido o real valor de «Priorities». Apesar disso, em temas como «Sweetness», «Sunday Morning», «Sticks», «Cartoonboom» e «Jeff's Disco» ou nas adaptações intencionalmente fendentes de «A Tisket A Tasket» (Ella Fitzgerald) e «Fever» (Peggy Lee), Zeebee faz-nos sonhar com um mundo pop perfeito, em que a tecnologia, a estética, a estimulação dos sentidos e a capacidade de sonhar se unem em quatro minutos de intenso prazer auditivo.

     
     
www.rum.pt www.sensoria.pt