A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Liars
Título: Liars
Ano: 2007
Editora: Mute
Formato: CD

É impressionante a capacidade aparentemente inesgotável que os Liars exibem, quase libidinosamente, de se recriarem a cada novo disco. Na sua quarta investida em longa-duração, o fulgurante trio norte-americano empreende mais uma viagem musical notável, cujas linhas de contacto com o seu passado são (como nos habituaram) pouco mais grossas que um fio de cabelo, mas onde curiosamente se detectam, mais do que nunca, vestígios irónicos das suas (até aqui veladas) influências.

Não será coincidência certamente que, no exacto momento em que exibem as arcas onde guardam a sua estimada colecção de discos - permitindo assim que se confirme o seu amor por Jesus & Mary Chain, Sonic Youth, My Bloody Valentine, Velvet Underground, David Bowie ou Richard Hell - os Liars tenham decidido sarcasticamente esconder do título as suas referências e confundir o nome do novo álbum com a designação do colectivo. A ironia é sempre uma forma divertida de mentira e o trio norte-americano ainda estará por ora a rir-se com enorme desfaçatez que assumiu, mas ao mesmo tempo afirmando que os Liars, para quem não tinha ainda percebido, sempre foram o resultado da combinação sonora daqueles e de outros nomes do rock, revistos pelo seu critério de demolição do velho para erigir o novo.

É assim que em «Liars», o disco, podemos encontrar um conjunto integral de boas canções, num álbum coeso (mas diverso) da primeira à última faixa e onde a perversão assumida de rebuscar explicitamente o bê-à-bá do punk-rock e da no-wave e com isso juntar mais uma peça de ruptura à sua plurifacetada carreira, acaba por acrescentar uma dimensão de universalidade à sua música. Isto porque assume assim uma abrangência mais ampla para o som Liars, que mesmo com tamanho exibicionismo de influências acaba por soar inconfudivelmente a... Liars.

Desde o momento da abertura, com o bombástico e frenético «Plaster Casts Of Everything», até ao final plasmático de «Protection», temos em «Liars» um disco soberbo, suficientemente estranho para se prestar a audições surpreendentes nas suas múltiplas camadas, e espantosamente viciante para se tornar num indispensável objecto de culto.

     
Temas   1. Plaster Casts Of Everything
2. Houseclouds
3. Leather Prowler
4. Sailing To Byzntium
5. Protection
6. Cycle Time
7. Freak Out
8. Pure Unevil
9. Clear Island
10. Dumb In The Rain
11. Protection
     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - They Threw Us All In A Trench And Stuck A ... | CD | 2002
- They Were Wrong So We Drowned | CD | 2004
- Drum's Not Dead [CD + DVD] | CD+DVD | 2006
- Liars Sessions EP | Digital | 2008
- Sisterworld [Special Edition] | 2CD | 2010
- Proud Evolution EP | Digital | 2010
- WIXIW | CD | 2012
- I Saw You From The Lifeboat - Perfume Tear | Digital | 2013
- I'm No Gold EP | Digital | 2014
- Mess | CD | 2014
- Pro Anti Anti | Digital | 2014
- TFCF | Digital | 2017
     
www.rum.pt www.sensoria.pt