A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Barry Adamson
Título: Back To The Cat
Ano: 2008
Editora: Central Control International
Formato: CD

«Back To The Cat» é já o nono álbum (de originais - há uma compilação e vários EP's pelo caminho) de Barry Adamson desde que, em 1988, iniciou uma criativa carreira a solo, altura em que se emancipou definitivamente de um rico passado musical enquanto membro activo dos Magazine, Luxuria, Visage e Bad Seeds.

Neste seu percurso em nome próprio, o músico criado em Moss Side, bairro de Manchester, sempre se empenhou em explorar os cantos escuros de ambientes cinemáticos, com um especial fascínio pelos contornos clássicos do film noir e do suspense, mas evitando, disco após disco, a repetição de fórmulas ou a estagnação criativa. Algo que o levou, em 1996, com «Oedipus Schmoedipus», a abandonar um registo exclusivamente instrumental, chamando um trio de convidados ilustres (Nick Cave, Billy MacKenzie e Jarvis Cocker) para matizar com vozes algumas das suas texturas sonoras, e dois anos depois, a aventurar-se na utilização dos seus próprios dotes vocais no álbum «As Above, So Below», assumindo um risco maior na sua música mas, ao mesmo tempo, operando uma mudança de orientação que o colocou na rota da música negra.

É nesta sequência criativa que encontramos «Back To The Cat». Ou seja, a partir deste lugar acolhedor que Barry Adamson tem sabido construir com talento e risco, feito de encontros e diálogos entre linguagens musicais diversas que permitem encaixar num todo harmónio várias peças de complexidades várias, este novo disco prossegue viagem rumo a um arquétipo dinâmico que mistura em doses diversas a geometria freeform do jazz, o charme sedutor da pop oquestral, o ritmo espectante do big beat, o calor sensual da soul e o balanço físico da música de dança.

É do peso relativo de cada um destes ingredientes que floresce a diversidade intrínseca e extrínseca de «Back To The Cat», marcando claramente um estilo próprio de Barry Adamson, mas evitando habilmente a facilidade tentadora da repetição. Isto significa que, fazendo soar anonimamente qualquer dos temas deste disco seremos capazes de perceber no imediato o seu autor, mas de igual modo seremos estimulados pela frescura renovada na abordagem que adopta. E isto, mais de 30 anos depois de ter iniciado o seu percurso musical, provoca um inevitável sentimento de admiração!

     
Temas   1. Beaten Side Of Town
2. Straight 'Til Sunrise
3. Spend A Little Time
4. Shadow Of Death Hotel
5. I Could Love You
6. Walk On Fire
7. Flight
8. Civilization
9. People
10. Psycho Sexual
     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Moss Side Story | CD | 1988
- The Taming Of The Shrewd | CDS | 1989
- These Boots Are Made For Walking | CDS | 1991
- Delusion | CD | 1991
- Soul Murder | CD | 1992
- Cinema Is King EP | CDS | 1992
- The Negro Inside Me | CD | 1993
- The Big Bamboozle EP | CDS | 1995
- Oedipus Schmoedipus | CD | 1996
- As Above So Below | CD | 1998
- The King Of Nothing Hill | CD | 2002
- Stranger On The Sofa | CD | 2006
- The Long Way Back Again [promo] | CDS | 2006
- Destination [single] | Digital | 2011
- Therapist | CD+DVD | 2011
- I Will Set You Free | Digital | 2012
- Turnaround [single] | Digital | 2012
- Know Where to Run | Digital | 2016
- Love Sick Dick EP | Digital | 2017
   
Artistas / grupos relacionados   - Anita Lane
- Barry Adamson + Pan Sonic + Hafler Trio
- Buzzcocks
- Magazine
- Nick Cave & The Bad Seeds
- Philippe Petit
     
www.rum.pt www.sensoria.pt