A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Maquinista, O
Título: O Maquinista
Ano: 2008
Editora: Periscópio
Formato: CD

«O Maquinista» é um disco a solo de João Branco Kyron, que eleva a palavra dita em português a um pedestal e lhe presta uma vénia através de um disco que a usa como matéria prima fundadora.

Suficientemente distante das suas deambulações musicais enquanto principal força propulsora dos Hipnótica, «O Maquinista» não deixa de deitar mão a um espólio de ambientes mecânicos e pequenos ruídos sonoros que, quando arquitectados em formato canção, sabem revelar-se como a faceta mais conhecida de Kyron. Mas aqui cada palavra tem vida própria e flui em cada texto com um pulsar único, sendo um elo imprescindível da corrente que vai e vem, fluindo e embalando cada momento num invólucro personalizado, em que loops e alguma instrumentação orgânica se deixam levar, empurrados, pela poesia rouca que empreende uma heróica fuga e se escapa para a liberdade.

Neste entorno pintado a néons cintilantes entre chuva nocturna, são ainda as palavras que se nos impõem, tornando impossível e vã qualquer tentativa de as ignorar, tal a atracção com que nos são oferecidas, aos poucos, chaves enigmáticas para a descodificação do seu sentido último, arrestado que está no bucolismo urbano dos tempos modernos e na sedução sofisticada com que João Branco Kyron soube envolver «O Maquinista», tornando-o numa peça de artes (sim, no plural) de fino recorte.

     
     
www.rum.pt www.sensoria.pt