A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: João Coração
Título: Muda Que Muda
Ano: 2009
Editora: Flor Caveira
Formato: CD

Longe de ter atingido a unanimidade com o seu disco de estreia, «Nº 1, Sessão de Cezimbra», João Coração regressa menos de um ano depois com um disco suficientemente diferente do seu antecessor para justificar tão curto espaço de tempo entre edições, marcando um ponto que é obrigatório assinalar no quadro da actual produção musical portuguesa, finalmente despudorada quanto à assunção das suas raízes tradicionais, mesmo se trazidas para o contexto geral do pop-rock.

A diferença sente-se a diversos níveis, mas a mais marcante e facilmente notada relaciona-se com a tonalidade geral de «Muda Que Muda», vestida de uma informal inclinação festiva e veraneante, que contrasta com as sombras cinzentas do disco que o revelou ao grande (?) público.

Esta maior luz vislumbra-se através do leque mais alargado de instrumentos agora utilizados, com o compasso que foi ligeiramente acelerado, com a camisa de manga curta e o calção de banho que João Coração exibe nas fotos da capa e interior da embalagem do disco, que desnorteia qualquer pessoa, incapaz de descortinar a olho nú se a coisa é a sério ou a ironizar, e ainda com o tom aparentemente descomprometido com que o autor e compositor aborda cada uma das suas canções, numa confusa mistura de negligência e validação artística da escrita de canções enquanto forma pura de expressão e não como pedestal de exibição técnica.

Entroncamos assim na linha de continuidade que em «Muda que Muda» se pressente, mais do que se vislumbra, relativamente a «Nº1». Essa linha acaba por reforçar a ideia de um artista livre para fazer o que bem entende - mesmo que ninguém possa vir a compreendê-lo - e a abraçar uma certa ambiência aristocrática em decadência, como se o anterior balão de brandy tomado em frente a uma lareira de palacete em ruínas dê agora lugar a um festim à beira de uma piscina de águas turvas, e em que os convidados sejam obrigados a contribuir para o beberete.

Toda esta folia em tempo de crise proporciona momentos sublimes de despreocupação e inteligência criativa, em que o tema-título será o seu momento mais universal e festeiro, num disco de aroma folk em significativa articulação com o domínio da língua de Camões - o que é sempre difícil de conseguir com eficácia - ao mesmo tempo que equilibra, quase sempre, uma beleza e simplicidades desarmantes com um sentimento agradável de descoberta musical, que trai a sensação inicial de estarmos a repisar territórios conhecidos.

Ainda que a nossa preferência recaia na maior sombra de «Nº 1», é indesmentível que «Muda que Muda» significa um passo em frente significativo na maturação do talento de João Coração e confirma-o como um respeitável criador de canções. Mesmo que o faça com uma charmosa negligência aparente, como quem não ainda não acredita possuir todo o seu talento...

     
Temas   1. Canção Para Ficar
2. Passo A Passo
3. Muda Que Muda
4. Abalada Farewell
5. Sofia
6. Cadeiras Ocidentais
7. O Avesso Do Começo
8. Istambul Ou Budapeste
9. Abre A Janela
     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Nº 1 - Lado B [Sessão de Santa Maria dos O... | Digital | 2008
- Nº 1 - Sessão de Cezimbra | CD | 2008
- Canções Perdidas (2º Lado B) | Digital | 2009
     
www.rum.pt www.sensoria.pt