A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Jackie-O Motherfucker
Título: Ballads Of The Revolution
Ano: 2009
Editora: Fire
Formato: CD

Criado e mantido ao longo dos anos por Tom Greenwood e por músicos transitórios, o projecto Jackie-O Motherfucker tem inscrito o seu nome, ainda que por vias sinuosas, no panteão dos melhores enunciados do que se convencionou chamar de weird-folk, uma música que busca a sua fundamentação no bucolismo rural norte-americano, mas que o intoxica com doses abastadas de excentricidade e de um enquadramento psicadélico quase alienígena.

Neste percurso, feito de altos e baixos, «Ballads Of The Revolution», o seu 10º álbum de estúdio é um distinto facho luminoso que não só adquire relevância em si mesmo, como também permite funcionar como o ponto de equilíbrio para o qual convergem, em última análise, várias das excentricidades experimentadas em edições anteriores.

Estas baladas não deixam de apontar a uma mesma revolução que os Spacemen 3 tinham definido como alvo em «Playing With Fire», ainda que aqui haja menos Suicide e (ainda) mais alucinogénios, no que resulta num álbum difuso, mas coerente, em que a tradição é remexida e embebida em doses abastadas de opiácios, produzindo melodias difusas e vagueantes, em longas viagens alucinadas por percursos errantes, cuja nitidez se esvai a cada ensaio de aceleração.

Misturando quatro originais com duas versões (do tradicional «Nightingale» e de «Dark Falcon», dos Lucky Dragons), «Ballads Of The Revolution» soa abstracto e caleidoscópico mas mantém presente a noção de rumo - mesmo quando esse sentido de direcção parece uma paródia de si próprio - o que lhe permite evitar o vazio de ser inócuo na sua experimentação e ausência de estrutura, tornando este álbum um manifesto artístico pleno de sentido e de relevância, e a sua escuta numa experiência metafísica de nomadismo cosmológico, mas sem os inconvenientes associados aos efeitos secundários das substâncias ilícitas. Pode, por isso, consumir-se sem moderação...

     
Temas   1. Nightingale
2. Dark Falcon
3. Skylight
4. The Corner
5. The Cryin Sea
6. A Mania
     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Change | CD | 2002
- Smiles | Digital | 2015
   
Artistas / grupos relacionados   - Pink Mountaintops
- Samara Lubelski
- Valet
     
www.rum.pt www.sensoria.pt