A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Alexis Gideon
Título: Video Musics
Ano: 2009
Editora: Africantape
Formato: CD

«Video Musics», a terceira edição do norte-americano Alexis Gideon, é tudo menos um disco comum. Logo a começar pelo formato, uma vez que se trata de um DVD de animação acompanhado de um link para download gratuito (http://africantapegroup.bandcamp.com/) da respectiva banda-sonora. Mas a bizarria não se limita a este inesperado modo de manifestação artística de alguém multifacetado: a música que ilustra esta ópera-vídeo está tocada por essa insólita esquisitice que associamos aos génios loucos, que estão tão deslocados deste mundo quanto este os olha com desconfiança!

E Alexis Gideon permite-se ocultar se a sua intenção era destinar esta obra a públicos infantis ou de lançar um apelo mais vasto a um público exigente, mas necessariamente mais velho. A verdade é que a estranheza que trespassa esta narrativa inspirada na mitologia húngara, é claramente o combustível criativo da respectiva banda sonora, que raramente obedece aos cânones associados a música para sublinhar ambientes visuais ou para adicionar intensidade a estórias, reais ou imaginadas.

Se, por um lado, Gideon joga como poucos nas margens do hip-hop, talvez inspirado pelas abordagens de fronteira das gentes da Anticon, também acontece envolver esta música numa atmosfera inocente, mas ao mesmo tempo ébria e esfuziada, mergulhada numa esquizofrenia apelativa. Aos ritmos tribais associam-se pequenos rasgos instrumentais que estilhaçam as linhas melódicas traçadas por um MCing negligente e ainda toda uma série de ruídos, identificados ou não, que, não sendo instinsecamente musicais, se articulam numa surpreendente capacidade de sedução e cumplicidade.

Sendo muito mais do que apenas uma banda-sonora, «Video Musics» contém música com propriedades fantasiosas e alguns momentos de notável rasgo criativo, podendo, e devendo, ser consumida como uma estimulante criação emancipada das imagens animadas que lhe estão na origem.

     
Temas   1. Clement Mason
2. The Rabbit Shepherd
3. Sock Hop
4. Brimstone Blaine
5. Old and Gray World
     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Move Your Shit, Man! | Digital | 2010
     
www.rum.pt www.sensoria.pt