A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Setting Sun
Título: Fantasurreal
Ano: 2010
Editora: Young Love Records
Formato: CD

Mesmo levando a sério o título do 4º álbum dos Setting Sun é fácil, ainda assim, espantarmo-nos com o seu conteúdo: música pop de pleno significado, com arranjos requintados e uma inspiração melódica quase sempre elevada, que servem de roadmap para deambulações alucinadas por mundos fantásticos e paisagens surreais.

Gary Levitt, o mentor, compositor e figura maior em torno do qual giram todos os processos criativos nos Setting Sun, fala de «Fantassureal» como o disco mais fácil que alguma vez terá feito, fruto de uma necessidade libertadora de colocar em música todas as ideias que o assaltaram na estrada, quando andava empenhado em mostrar ao mundo «Children Of The Wild», o seu anterior esforço em longa-duração.

Talvez por isso «Fantassureal» surja imerso num sentimento transbordante de liberdade, como se o seu autor gritasse a plenos pulmões a alegria de fazer música que é escutada com prazer e que, boa parte das vezes, bendispõe quem a ouve. São canções de ritmos marcados, de ascendência vincada na folk-psicadélica, uma costela roubada a influências orquestrais e um gosto especial pelas harmonizações, ainda que cruzadas na horizontal por teclados alucinados que lhes conferem um toque excêntrico mas, em simultâneo, de sofisticado apelo.

É mesmo num mundo surreal e fantástico que Levitt nos convida a entrar, fazendo-nos sentir acolhidos do primeiro ao último acorde. Um disco pop, pois claro!

     
Temas   1) Driving
2) Make You Feel
3) Sacrifice
4) Don’t Grow Up
5) Into the Wire
6) One Time Around
7) I Love Mellotrons
8) The Tree
9) Handsome Bride
10) The Sympathetic CEO
     
     
www.rum.pt www.sensoria.pt