A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Serafina Steer
Título: Change Is Good Change Is Good
Ano: 2010
Editora: Static Caravan
Formato: CD

Arrojado na proposta, complexo na teia de emoções que emana, sensível na delicadeza de que é feito e tocado por uma fragilidade inocente. Serão estes, porventura, os traços mais vincados do segundo disco da britânica Serafina Steer, «Change Is Good, Change Is Good».

Partindo de um murmúrio interiormente repetido sempre que as situações escapam ao seu controle, esta harpista, pianista, cantora e compositora, de formação clássica, vê na repetição do elogio da mudança a tradução da ansiedade que o desconhecido consigo traz mas, ao mesmo tempo, a necessidade de ancorar a sua esperança na capacidade de alterar para melhor o rumo dos acontecimentos.

Traduzindo esta ebulição interior em música, Serafina Steer consegue criar um conjunto de canções sedutoras, construídas em torno de acelerações e abrandamentos que revelam a cadência desgovernada das suas ansiedades, esculpindo objectos sonoros que parecem fáceis de quebrar, mas que na realidade se revelam surpreendentemente flexíveis e maleáveis para adequar a sua forma à voracidade e cadência dos diferentes estados de espírito da sua autora.

O uso da harpa promove imediatas comparações com Joanna Newsom, rapidamente desfeitas pela melancolia introspectiva adoptada por Serafina e pelo recurso ultra-discreto à micro-electrónica de Capitol K e de Benge que, ao surgirem aqui no papel de produtores, impregnam as sonoridades acústicas de uma contida tensão que lhes atribuem uma bipolaridade fascinante, trazendo toda a estética do disco para territórios próximos da folktronica, e revelando o potencial de unir numa entidade coesa a música medieval com a expressão pop do século XXI.

«Change Is Good, Change Is Good» é uma pequena preciosidade que coloca Serafina Steer num patamar mais elevado do que aquele reservado para as grandes promessas, onde se encontrava desde que, em 2007, editou «Cheap Demo Bad Science».

     
Temas   1. Shut up shop
2. Day Glo
3. GSOH
4. The Valley
5. Motion Pictures
6. 'Drinking While Driving' (after R.Carver poem)
7. How to haunt a house party
8. Margoton
9. Port Isaac
10. The Sisters of Proportion
11. Half Robot
12. Ulular
     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - The Moths Are Real | Digital | 2013
   
Artistas / grupos relacionados   - High Llamas, the
- Oblong
- Tunng
     
www.rum.pt www.sensoria.pt