A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Mirel Wagner
Título: When The Cellar Children See The Light Of Day
Ano: 2014
Editora: Sub Pop
Formato: Digital

Não sabemos se os lamentos suspirantes que se ouvem um pouco por todo o segundo disco da carreira de Mirel Wagner são ecos da sua constante preocupação em lidar com a morte, mesmo que invadida pelo medo, ou reflexos de uma intimidade pérfida com ténues fios de vida, em torno dos quais elabora grande parte da temática das suas canções.

Daí que o tingimento negro profundo de uma música que recolhe as suas raízes nos blues e na folk de rendilhado gótico seja o habitat natural de Mirel (não obstante ser finlandesa de origem etíope), descarnadamente evidenciado em «When the Cellar Children See the Light of Day». Um disco que, de repente, parece recolher a união dos espíritos tortuosos de Nick Cave, Stuart Staples (Tindersticks), Leonard Cohen ou Mark Lanegan e os infunde na catárse apocalíptica de uns Swans à beira do abismo. Mas com uma crueza e, simultaneamente, uma sensibilidade feminina que é apaixonadamente vertida em cada uma das suas baladas.

Um disco que é espantoso pela sua expressividade densa e intensa, mas também pela clareza milimétrica de uma produção, a cargo - pasme-se! - de Vladislav Delay, que sublinha cada recanto sónico dos instrumentos dominantes que aqui se escutam: a voz negra e firme de Mirel, e a sua dolente guitarra acústica (esta dominação apenas é quebrada em «Goodnight», o tema que fecha o disco e que incorpora os sons de um piano e de  um violaocelo). Um portento de emoção, beleza, solidão e ecos interiores dos medos que ressoam em cada um de nós.

     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Mirel Wagner | Digital | 2011
     
www.rum.pt www.sensoria.pt