A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Schneider Karcirek
Título: Shadows Documents
Ano: 2015
Editora: Bureau B
Formato: Digital

Foi, eventualmente, o apurado sentido rímico e o gosto particular pela texturização musical a partir precisamente da repetição de padrões que uniu Stefan Schneider e Sven Kacirek. Primeiro na sua busca musical e etnográfica por terras quenianas, que produziu um par de álbuns a solo de cada um dos músicos. Depois na simbiose criativa que agora apresentam em "Shadows Documents".

Em larga medida, a experiência queniana dos dois músicos serve como mola de propulsão deste seu novo álbum, agora elaborado em conjunto. Não que usem as gravações de campo ali recolhidas, tal como têm feito nas suas abordagens individuais. Antes sim, no estabelecimento de um certo hipnotismo rítmico que, mesmo resultante do entrançado sucessivo de complexidades electrónicas, parece ter sido induzido directamente pelo ambiente tribal no qual têm sabido interagir na perfeição, numa busca curiosa de um purismo naturista e orgânico por via do confronto com o seu exacto oposto. Como se tivessem encontrado a banda sonora ideal para a floresta urbana, se esta fosse de facto povoada por animais selvagens e vegetação densa, em paralelo com a imponência do betão e o brilho dos néons em cenários nocturnos.

Do emaranhado de ideias musicais processadas por circuitos integrados, quer a percussão milimétrica de Kacirek - que busca ser discreta mas que marca indelevelmente cada momento das suas composições - quer o baixo e electrónica vária de Schneider- que se reveste simultaneamente da repetição circular e da insistência no inesperado - redundam num facínio intenso por sonoridades em fuga das normas e num caldeirão catalítico de sombras e contornos por definir. E aqui é impossível deixar de perceber a ascendência desta música no krautrock, mas também a sua natureza quase espiritual, que parte da ritualização expressiva manifestada em mantras texturados e de contornos pouco definidos para buscar um estado de pureza e de intensa ligação às forças telúricas.

Um excelente disco, que une fronteiras sonoras e propõe recantos complexos para que os possamos visitar de espírito aberto.

     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Radius Walk | Digital | 2017
   
Artistas / grupos relacionados   - Kreidler
- Sven Kacirek
- To Rococo Rot
     
www.rum.pt www.sensoria.pt