A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Tangtype
Título: Trajet
Ano: 2015
Editora: Humpty Dumpty Records
Formato: CD

Os Tangtype nasceram em 2004, fruto da cumplicidade musical de Jean-François Brohée e Julie Cambier, produzindo sonoridades que filtram de um modo muito particular a exploração electro-acústica, a electrónica fragmentária, o jazz libertário e a candura da canção pop.

Em «Trajet», o seu segundo álbum, tudo parece evoluir a partir do conceito fundamental da colagem, que parte de sonoridades - e não tanto de melodias ou ritmos - para trabalhar formatos musicais inesperados. Mas não se julgue que daqui resultam entidades musicais de difícil assimiliação. É certo que não estamos no domínio da pop solarenga e cantarolável que de imediato se colam à pele e não abandonam os ouvidos. O que aqui encontramos é um conjunto de temas, texturas, sons, ritmos, sussurros, frases e impressões sonoras que se organizam, quase por milagre, em estruturas complexas mas sempre sedutoras, ainda que exigindo do ouvinte uma escuta atenta e repetida para que se possa aperceber de toda a envolvência que cada sequência musical intrinsecamente em si carrega.

Nesta obra, que parece ter sido construída metodica e pacientemente, não encontramos acelerações nem abrandamentos, nem vertigens ou pausas. Mas existe sempre uma elevada intensidade emotiva, mesmo que surja no seio de uma aparente calma e de canções que abrem os braços espreguiçadamente, em movimentos de sincero acolhimento e possuidores de uma sensualidade envolvente que cria a urgência de voltar à primeira faixa do disco assim que a última deixa de se fazer escutar.

     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Xpokin | Digital | 2016
     
www.rum.pt www.sensoria.pt