A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Jenny Hval
Título: Apocalypse, girl
Ano: 2015
Editora: Sacred Bones
Formato: Digital

Jenny Hval começou por convocar a nossa atenção quando, em 2014, editou o notável álbum «Meshes of Voice» em colaboração com Susanna Wallumrød. Mas para trás tinham já ficado um par de edições em longa-duração, usando a designação Rockettothesky, e mais dois registos em nome próprio editados pela prestigiadíssima Rune Grammofon.

Chegamos assim a «Apocalypse, Girl», um disco em que Jenny Hval consegue somar surpresas à sua música experimental, mas em que o traço melódico está sempre presente e é um dos seus constituintes mais intensos e consistentes. Tudo isto no seio de um turbilhão de dúvidas existenciais e emoções que a assolaram no período em que esta música foi sendo composta.

Desta confluência de ansiedades e sonhos esta esteta norueguesa sai de um modo distinto. Não só porque parece ter encontrado na música o veículo primordial para a exorcização das suas sombras, como o faz de um modo que amplia largamente as barreiras estruturais daquilo que tinha sido o seu trabalho até agora, aliando à já referida incisão melódica um controlo absoluto sobre o ruído e a digitalia que povoam cada canção, adicionando-lhe uma imperfeição sublime.

Entre a sensualidade dos ambientes, a auréola misteriosa da sua voz susurrada, o fascínio enigmático dos sons estranhos que surgem quando menos se esperam e uma espécie de inocência provocante, «Apocalypse, Girl» apresenta duas mãos cheias de boas razões para nos reapaixonarmos pela canção nórdica, no século XXI.

     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Blood Bitch | Digital | 2016
   
Artistas / grupos relacionados   - Jenny Hval and Susanna
- Moon Relay
     
www.rum.pt www.sensoria.pt