A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Bill Wells and Aidan Moffat
Título: The Most Important Place In The World
Ano: 2015
Editora: Chemikal Underground
Formato: Digital

Já é por demais conhecida a capacidade de Bill Wells congregar amigos musicais e, com eles, dar origem a fragmentos musicais de notável recorte. Foi assim com Isobel Campbell (dos Belle & Sebastian), com Stephan Schneider, com Maher Shalal Hash Baz, com os Pastels ou com Barbara Morgenstern e é assim com Aidan Moffat, a alma criativa dos finados Arab Strap, com o qual criou agora o segundo tomo de uma cumplicidade artística frutuosa.

Aliás, as amizades de Bill Wells deram origem, em 2015, ao disco «Nursery Rhymes», no qual elaborou, na companhia com um largo conjunto de 'friends' (o disco aparece assinado por Bill Wells & Friends, que são, entre outros, os Yo La Tengo, Norman Blake, Bridget St. John ou Annette Peacock). Mas, também nesse ano, a sua criatividade tornou a assumir proporções clássicas em «The Most Important Place In The World», o sucessor do aclamado «Everything's Getting Older» no par de discos compostos com Moffat.

Ao longo de todo o disco pressente-se a veia jazzística de Wells, misturada de um modo profundo com a textura urbana trazida por Moffat. A cada novo tema somos levados a recantos misteriosos de uma cidade sem nome, mas por todos reconhecida como universal, na qual a solidão esbarra com o ruído e com a confusão, e o movimento e agitação concorrem com o isolamento profundo. Os sons moldados pela dupla, com sopros, pianos, guitarras, baterias 'varridas' e toda uma panóplia de sons que consigo carregam fragmentos de noites em claro, são aveludados pelas palavras irónicas produzidas pelo delicioso sotaque escocês de Moffat, cujo refinado humor negro acomoda um ambiente de elegância e charme, ainda que raramente optimista.

O prazer constante que rodeia em permanência a escuta de «The Most Important Place In The World» e a intimidade que provoca, fazem deste um disco muito próximo da perfeição, num intenso afago musical que dura 12 deliciosas canções. De cada vez...

     
     
www.rum.pt www.sensoria.pt