A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Niagara
Título: Hyperocean
Ano: 2016
Editora: Monotreme Records
Formato: CD

Ouvindo atentamente o terceiro álbum dos Niagara, «Hyperocean», apercebemo-nos que resulta do apuro formal e estético já ensaiado nos dois tomos anteriores da sua obra, na qual procuram desde sempre encontrar uma linguagem de fronteira entre a doçura da pop, o ritmo forte e pulsátil da electrónica alternativa, e a experimentação esparsa do pioneirismo electroacústico.

E a indicação mais forte deste regresso da dupla David Tomat e Gabriele Ottino é que tudo aponta para que tenham 'chegado lá'. Isto é, em tudo aquilo que as anteriores deambulações deixavam perceber a aproximação a um caminho, em «Hyperocean» dissolve-se na certeza de que chegaram à simbiose perfeita de todos os elementos trazidos a jogo, atingindo aquele que é, seguramente, o seu zénite criativo até ao momento.

Tomando a água como mote inspirador, que já estava na origem da escolha do nome das famosas cataratas para o baptismo do projecto, «Hyperocean» adquire a fluidez e capacidade de adequação daquele elemento à forma que o sustenta, mas também à sua turbulência própria e à capacidade de reagir, tornear ou cobrir os obstáculos que se apresentam no seu curso. Por isso, corre, a espaços, docilmente e, noutros momentos, ecoa uma fúria dinâmica que demonstra toda a sua energia e poder. E tudo isto é espelhado por uma música rica em caminhos de inovação, soluções alternativas e capacidade de nos levar por cursos e paisagens que causam espanto.

     
Outros discos do mesmo artista / grupo   - Vanillacola Re-Bottled | CD | 2015
- Don’t Take it Personally – Remixes | 2CD | 2015
- Hyperocean (Animal Collective [Deakin] remix) | Digital | 2016
     
www.rum.pt www.sensoria.pt