A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Babils
Título: Ji Ameeto
Ano: 2017
Editora: Sub Rosa
Formato: Digital

Os Babils, de Bruxelas, têm a improvisação no ADN. Mas fazem-no obedecendo a estruturas repetitivas que transportam os ouvintes numa espiral crescente de excitação. «Ji Ameeto», o seu quarto álbum, leva este conceito aos limites, deixando um lastro de energia e marcando a traço grosso um trilho por sendas desconhecidas, a pedir exploração.

No centro deste grupo de aventureiros encontramos Gabriel Séverin - conhecido como Rob (U) Rang ou como parte integrante dos Silk Saw - que reúne mensalmente com outros quatro músicos (Etienne Vernaeve, Patrick Bellefroid, Lukas Vangheluwe e Stephan Barbery) em sessões de liberdade criativa e sem qualquer restrição musical. Desta confluência de personalidades e gostos nasceram os dois longos temas que constituem este disco, marcados por estruturas minimalistas, sobre as quais se desenvolvem, ora em choque, ora em simbiose, linguagen herdadas do rock, da new wave e do kraut, em constante expansão de fronteiras e de interpenetrações várias.

O entusiasmo destas sessões, que são antes de mais a reunião de um grupo de amigos com paixão pela música, perpassa para os ouvintes em cada momento dos temas aqui desenvolvidos, com guitarras em diálogo, desenhando escarpas afiadas; um baixo ritmado que provoca constantemente os jogos sincopados da bateria e marca os tempos; teclados diversos que surgem do nada e se eclipsam sem que disso nos apercebamos de imediato; instrumentos de sopro que se integram, aqui e ali, quase sempre para elevar a tensão de um ambiente que, de repente, percebemos saturado para, no momento seguinte, libertar toda a tensão assim criada; uma voz em agonia, cujo registo está mais próximo do discurso público do que da melodia cantada.

Com este diálogo permanente entre ansiedade contida e distensão catártica, «Ji Ameeto» é um disco intenso e emocional, cru e visceral, que reclama o ouvinte por inteiro para o embarcar na mesma experiência extrema que, percebemos, exige de cada um dos músicos o melhor de si mesmos.

     
   
Artistas / grupos relacionados   - Rob(U)Rang
- Silk Saw
     
www.rum.pt www.sensoria.pt