A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Spiral Stairs
Título: Doris and The Daggers
Ano: 2017
Editora: Domino
Formato: Digital

Desengane-se quem pensar que no segundo álbum a solo de Spiral Stairs, o nome de palco de Scott Kannberg, pode encontrar alguma da esquizofrenia que o músico ajudou a criar com os Pavement. Mas também se deve desenganar quem recusar, à partida, a audição de um álbum competente, que revela a solidez e sabedoria que os anos trouxeram a uma sonoridade indie-rock que soube recolher os benefícios do tempo a passar.

«Doris and the Daggers» é, assim, um desfile de canções que nada têm de inovador, mas que exibem um estado de amadurecimento assinalável, por entre guitarras acústicas e eléctricas e arranjos que dão coesão ao todo, pontuadas por soluções instrumentais várias que ajudam a subentender um elenco de músicos de luxo. Pelo estúdio, para além de Spiral Stairs, passaram Matt Berninger (The National), Justin Peroff e Kevin Drew (Broken Social Scene), Kelley Stoltz e Matt Harris (Oranger).

Sendo um disco que também fala do envelhecimento e das mudanças de vida, baseadas na experiência dos 8 anos em que Kannberg viveu na Austrália e passou pela experiência de ser pai, «Doris and the Daggers» abre um amplo leque emocional, transformado em canções simples e cativantes, de cambiantes agri-doces, muito longe dos desvarios surpreendentes dos Pavement, mas muito próximos da abordagem clássica ao rock de guitarras que, no fim de contas, continua intemporal.

     
   
Artistas / grupos relacionados   - Pavement
- Preston School Of Industry
     
www.rum.pt www.sensoria.pt