A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9
Disco    
   

Grupo: Beulah
Título: Yoko
Ano: 2004
Editora: Fargo Records
Formato: CD

Os Beulah são um projecto norte-americano, liderado por Miles Kurosky, que tem vindo lenta e progressivamente a atrair sobre si as atenções, por força de uma forma muito própria e autêntica de interpretar o conceito de música pop, segundo um eixo que traça a bissectriz entre a escrita de Lennon/McCartney e a dos seus contemporâneos norte-americanos.

Não é difícil de se perceber que, com este invólucro (mas para além dele), a sua força principal se traduz na escrita de canções sólidas, de estrutura clássica assente em refrões deliciosos, com coros, cordas e sopros a embelezarem e tornearem o conjunto, mas com o papel principal entregue à excelente condução melódica das guitarras e teclados. Não é inovador, mas é um disco que revela uma sensibilidade especial e um trabalho apurado de atenção aos pormenores. É também um marco na evolução do grupo que, mais por assumida falta de meios do que por irreverência ou fé, começou por ser conotado com o contingente low-fi norte-americano.

Às influências citadas poderíamos ainda juntar a dos Go-Betweens, Flaming Lips ou mesmo a dos Yo La Tengo mais solarengos, numa aproximação sonora que não será completamente estranha, dada a comunhão com Roger Moutenot, produtor de alguns dos trabalhos mais marcantes do grupo de Hoboken.

Com isto, resta-nos aconselhar vivamente a audição de «Yoko», que certamente proporcionará deliciosos momentos de envolvência e de algum encantamento. A guardar em lugar quente e aconchegado!

     
   
Artistas / grupos relacionados   - Miles Kurosky
     
www.rum.pt www.sensoria.pt